sexta-feira, 30 de maio de 2014

Aula 20 – Sal da terra e a luz do mundo

Aula 20 – Sal da terra e a luz do mundo




Texto Bíblico:
"Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a ser insípido, como lhe restaurar o sabor? ... Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte;” Mateus 5:13-15 


Objetivos:
Quem já comeu uma comida sem sal sabe que não é nada agradável. E já faltou luz na sua casa e você ficou numa escuridão só?
Se já aconteceu uma dessas duas coisas, então você conhece a importância do sal e da luz. Com essa lição, queremos que as crianças e juniores também conheçam essa importância. Jesus nos chama para fazermos a diferença!
Ele quer que possamos temperar esse mundo com nossas boas ações e iluminar através dos exemplos que o Mestre nos ensinou. E só conseguiremos isso com a ajuda do nosso melhor amigo: o Espirito Santo!

Sugestão de dinâmica:
Leva e distribua às crianças pipoca SEM SAL.
Distribua às crianças. Observe suas reações e comente. Eles certamente irão comentar: - "Tá ruim! Tá sem sal". Então coloque umas pitadas de sal nas pipocas.
Certa vez Jesus falou a seus discípulos que eles eram o "sal da terra". 

Abra a sua Bíblia em Mateus 5, 13 e leia.
Ser "sal da terra" é ressaltar o lado bom das pessoas e da vida. Além de salgar os alimentos o sal também é importante para conservar os alimentos. Sem a presença de Jesus, somos corrompidos pelo mundo, mas em Cristo nos tornamos um elemento capaz de ajudar na salvação de um mundo que perece.
O sal dá sabor a todos os alimentos. "O sal é uma substância essencial ao homem e indispensável a todos os tipos de vida animal. A palavra latina "salário" deriva do sal, uma vez que em sal se pagava uma parte do ganho das legiões romanas. Hoje temos a geladeira e não imaginamos o quanto era difícil conservar a comida comprada com esforço, que seria utilizada na próxima refeição ou no dia seguinte. Sem o sal, os alimentos são insípidos (sem sabor). 

Agora vamos ler Mateus 5, 14-16
Utilize uma vela ou uma lanterna. Fale sobre a luz (vejam como a luz dessa vela brilha!), mas SEM ACENDÊ-LA. As crianças vão falar que a vela não está acesa. Acenda a vela e diga que a Bíblia nos diz que temos que deixar nossa luz brilhar. Para nossa luz brilhar, nós precisam estar conectados a Deus (precisamos ser acesos pelo fósforo). Devemos ser conectados à fonte do poder de Deus e precisamos preparar-nos para Jesus. Quando convidamos Jesus para entrar em nosso coração, estamos nos conectando com o poder de Deus e recebemos a sua luz. Quando vamos à igreja para rezar, adorar, louvar e estudar a Palavra nos ligamos a Jesus. Quando estamos conectados e ligados a Deus nossa luz brilha, nós nos comportamos de maneira que refletimos que temos Jesus em nossos corações.

Sem a luz nossa vida na terra seria impossível. Jesus é a verdadeira luz capaz de iluminar toda a humanidade. Nós temos a luz de Cristo e devemos refleti-la ao mundo, participamos da luz que vem Dele. Devemos ser luz brilhando na escuridão.

Estudamos a história de algumas pessoas que foram sal e luz no lugar onde estavam e exaltaram o nome de Deus, sendo fiéis aos princípios da Sua Palavra.
Daniel, Sadraque, Mesaque, Abede-Nego e Ester foram pessoas que cumpriram, com alegria, o propósito de Deus para suas vidas, sendo fiéis e obedientes a Ele. Mas todos eles eram adultos. E as crianças? Você acha que Deus pode usar as crianças, também, para ser sal e luz neste mundo, para trazer liberdade aos que estão presos?

Em II Reis 22 e 23 encontramos uma criança usada por Deus para transformar a história do Seu povo: Josias. Ele tinha apenas 8 anos de idade quando começou a reinar e reinou 31 anos. O versículo 2 diz que ele fez o que era reto perante o Senhor, isto é, foi fiel em tudo a Deus e, mesmo sendo uma criança, fez grande diferença entre os adultos que viviam com ele.

A Bíblia diz que Josias restaurou o templo e renovou a aliança com o Senhor; mandou reunir todo o povo, do menor ao maior para ler todas as palavras do livro da Lei. Além disso, restaurou o culto a Deus, derrubou todos os altares pagãos e celebrou a Páscoa.

A história de Josias ficou registrada e no capítulo 23, versículo 24 de II Reis diz que “antes dele, não houve rei que lhe fosse semelhante, que se convertesse ao Senhor de todo o seu coração, e de toda a sua alma, e de todas as suas forças, segundo toda a lei de Moisés; e depois dele, nunca se levantou outro igual”.

Assim como o rei Josias, você foi chamado nesta terra para fazer diferença, para ser luz para aqueles que andam perdidos na escuridão do pecado e para ser o sal que dá sabor à vida, mostrando que só em Jesus nós encontramos paz e alegria.
Para cumprir esse propósito de Deus na sua vida, é preciso fidelidade aos Seus princípios, um coração obediente e humilde, uma vida dedicada a Ele em tudo: nas brincadeiras, na linguagem, na escola, com os amigos...
O fato de você ser criança não lhe impede de ser um grande homem ou uma grande mulher de Deus. Josias tinha 8 anos quando começou a reinar e cresceu sem se desviar nem para a direita nem para a esquerda dos caminhos do Senhor. E se tornou um adulto de grande relevância para o seu povo.

Que idade você tem?
Deus o chama para ser sal e luz, para mudar a história da sua casa e da sua nação, para fazer de você um grande líder de êxito e de excelência, independente do fato de você ter 5, 10, 14, 30 ou 70 anos. Você aceita?

O mundo precisa de pessoas que façam a diferença, de pessoas que sejam o sal da terra para transmitir o gosto pela vida que só em Jesus podemos encontrar. Você é essa pessoa. Convide a Jesus para entrar na sua vida e você fará a diferença no mundo porque Ele te transformará em sal da terra.


Para refletir:


O garoto chega em casa pisando forte e diz ao pai:
- Estou com muita raiva do Lucas, papai! Ele me envergonhou na escola e agora eu desejo tudo de ruim pra ele!
O pai então o leva até o quintal, com um saco de carvão e diz:

- Filho, quero que jogue os pedaços de carvão naquele lençol que está pendurado no varal, como se ela fosse o Lucas.
O filho sem entender, mas empolgado com a brincadeira, faz o que o pai pediu.
Ao final, o garoto diz estar feliz por ter sujado uma parte do lençol, como se fosse o coleguinha.
O pai então o leva diante do espelho e para a surpresa do garoto, a aparência dele era tão preta, que mal conseguia enxergar os próprios olhos. O pai então concluiu:
- Veja meu filho, o mal que desejamos aos outros é como esse carvão. Ele pôde até sujar um pouco do lençol, mas na verdade o maior prejudicado foi quem o jogou.

Não vale a pena alimentar o ódio, ele penetra como uma doença no coração do homem. Corrói, destrói e o deixa em ruínas.

Tipos de lâmpadas:
Lâmpada apagada = sem nenhuma luz
Lâmpada fraca = ilumina tão pouco que quase que nem é possível ver seu brilho
Lâmpada opaca = luz encoberta pela sujeira (pecado)
Lâmpada acesa = Forte e brilhante











Video:
Midinho: http://www.youtube.com/watch?v=W7DYNPKdZ2I



Música I:

Minha Pequena Luz (Cristina Mel)

Minha pequena luz
Vou deixar brilhar
Minha pequena luz
Vou deixar brilhar
Minha pequena luz
Vou deixar brilhar
Brilhar, brilhar, brilhar

Escondida num canto, não!
Vou deixar brilhar
Escondida num canto, não!
Vou deixar brilhar
Escondida num canto, não!
Vou deixar brilhar
Brilhar, brilhar, brilhar

O Mal não apaga, não.
Vou deixar brilhar
O Mal não apaga, não.
Vou deixar brilhar
O Mal não apaga, não.
Vou deixar brilhar
Brilhar, brilhar, brilhar

Até Jesus vir me buscar
Vou deixar brilhar
Até Jesus vir me buscar
Vou deixar brilhar
Até Jesus vir me buscar
Vou deixar brilhar
Brilhar, brilhar, brilhar

Música II:
Brilha Jesus (Aline Barros)



Deus, já brilha a luz do teu amor
Sobre o mundo, com Glória e esplendor.
Brilha em meio a toda escuridão.
Que a verdade nos traga libertação.
Brilha em mim (2x)
Brilha Jesus,
Enche a terra com a tua glória
Arde em nós, santo espírito
Flua de ti
Sobre os povos perdão e graça
Brilha Jesus,
Vem trazer tua luz!
Deus, em tua presença, eu posso estar
Com o sangue de Cristo a me limpar
Resgatado das trevas pra tua luz,
Que minha vida reflita a ti, Jesus
Brilha em mim (2x)
Brilha Jesus,
Enche a terra com a tua glória
Arde em nós, Santo Espírito
Flua de ti
Sobre os povos perdão e graça
Brilha Jesus,
Vem trazer tua luz!
Brilha Jesus,
Enche a terra com a tua glória
Arde em nós, Santo Espírito
Flua de ti
Sobre os povos perdão e graça
Brilha Jesus,
Vem trazer tua luz!
Brilha Jesus,
Enche a terra com a tua glória
Arde em nós, Santo Espírito...



Fontes:
http://trabalhinhos.blogspot.com.br/2008/07/o-sal-da-terra-e-luz-do-mundo.html
http://fabianapinho.blogspot.com.br/2011/06/sal-da-terra-e-luz-do-mundo-domkids.html
http://assumindoopoderdedeus.blogspot.com.br/2013/08/licao-de-vida-nao-deixar-o-odio-entrar.html
http://escola-dominical-infantil.blogspot.com.br/2012/07/sal-da-terra-e-luz-do-mundo.html
http://www.montesiao.pro.br/estudos/crianca/celulas/ecc048.html
http://www.escoladominical.net/showthread.php?1850-Sal-e-Luz&highlight=terra


Relacionando com a Segunda Doutrina!
JESUS BATIZA NO ESPÍRITO SANTO
Rosto do LEÃO:
Contemplamos o Batizador poderoso com o Espírito Santo e com Fogo.

JESUS CRISTO, O BATIZADOR NO ESPÍRITO SANTO
Jesus Cristo como Batizador no Espírito Santo é tipificado no ROSTO DE LEÃO.
Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina:
A . O “rosto de leão” = Jesus Cristo o Batizador no Espírito Santo.
B . Evangelho = JOÃO
C . Como apresenta Jesus = Como “Filho de Deus”
D . Símbolo do Batismo no Espírito Santo = Pomba
E . Cor simbólica na bandeira = Ouro (amarela)

A . O segundo rosto que Ezequiel viu foi o “ROSTO DE LEÃO” representando Jesus Cristo como Batizador no Espírito Santo. Quando lemos na Palavra de Deus que Sansão, Davi e Benaia mataram um leão (Juízes 14:5-6, I Samuel 17:34-36, II Samuel 23:20), sempre pensamos que pessoas muito valentes; isto porque o leão é símbolo de força e poder. O primeiro e o último livro da Bíblia falam de Jesus como leão. A profecia “Judá é um leãozinho” (Gên. 49:9) é referente a Jesus, que viria da tribo de judá. Será cumprida ainda no futuro, como lemos no último livro da Bíblia:
“E disse-me dos anciões: Não chores, eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu para abrir e desatar os sete selos”. (Ap. 5:5)
Este Leão que disse: “É me dado todo o poder no céu e na terra” (Mat. 28:18), foi reconhecido por João Batista como o Batizador no Espírito Santo: ” … Aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu… Ele vos batizará com o Espírito Santo…” (Mat. 3:11).
Nos últimos dias do seu ministério Jesus disse: “… Convém que eu vá, porque se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas se eu for enviar-vo-lo-ei”. (João 16:7).
Pouco antes de Sua ascensão, Jesus disse: ” …na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo não muito depois destes dias”. (Atos 1:5) Jesus considerou tão importante o Batismo no Espírito Santo que ordenou aos Seus discípulos: “Ficai, porém, na cidade de Jerusalém até que do alto sejais revestidos de PODER”, (Lucas 24:49)
Esta promessa concretizou-se no Dia de Pentecostes. Vejamos o relato em Atos 2:1-4. “E cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; e de repente veio do céu um som, como de um vento veemente impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem”. Está ainda de pé a mesma promessa? Sim; “Porque a promessa voz diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar”. (Atos 2:38-39)
Esta preciosa promessa tornou-se realidade desde os tempos apostólicos. Vejamos os acontecimentos em Samaria, Cesaréia e Éfeso:
Um ano após o Pentecostes, em Samaria, os samaritanos “receberam o Espírito Santo”. (Atos 8:1-24). O falarem línguas como manifestação do Espírito é evidente, porque Simão, o mágico, ofereceu dinheiro pelo poder de transmitir este dom manifestado diante de seus olhos.
Oito anos depois do Pentecostes (Atos 10:1-48), em Cesaréia, Cornélio, um gentio, com “muitos que ali se haviam ajuntado”, estavam ouvindo as palavras de Pedro, quando caiu o Espírito Santo sobre eles e”… todos quantos tinham vindo com Pedro maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios… Porque os ouviam falar línguas, e magnificar a Deus”. (Atos 10:44-46).
Vinte anos depois do Dia de Pentecostes (Atos 19:1-6), em Éfeso, veio o Espírito Santo sobre uns doze varões que estavam ouvindo a palavra de Paulo, e “falavam línguas e profetizavam”… (Atos 19:6).

B. O EVANGELHO de João apresenta Jesus, o Batizador “que batiza com o Espírito Santo”. (João 1:32-33).
C. João apresenta Jesus, o Batizador, como “FILHO DE DEUS” e afirma: “Estes, porém foram escritos para que creias que Jesus é o Cristo, o FILHO DE DEUS”. (João 20:31). Seu Evangelho foi escrito para os crentes de todas as raças, línguas e tribos. João não apresenta a origem humana de Jesus, mas abre o seu Evangelho com a afirmação positiva de Sua divindade. “No princípio era o Verbo… e Verbo era Deus”. (João 1:1).
O próprio Jesus identificou-se com o Pai: “… dizia que Deus era Seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus”. (João 5:18). Aceitou-se a exclamação de Tomé, “Senhor meu, e Deus meu!” (João 20:28). Afirmou Sua eternidade: “Antes que Abraão existisse, EU SOU”. (João 8:58).
D. O Símbolo do Batismo no Espírito Santo é a POMBA. (Mat. 3:16).
E. Este aspecto do Evangelho Quadrangular está simbolizado na bandeira pela cor de ouro, tipificando o fogo celestial do Espírito Santo.



FIGURAS SOBRE JOSIAS:

Fonte: 
http://portalsementinhakids.com/desenhos-coloridos-para-historias-biblicas/josias/comment-page-2/

JOSIAS















2 comentários:

  1. Excelente abordagem desse assunto... Prático, dinâmico e bíblico!
    Parabéns!
    Gostaria de usar parte do material com os nossos adoles...
    Paz!

    ResponderExcluir
  2. ola paz,
    sou nava nesse assunto,
    mas estou com algumas ideias,
    quero falar das nossas doutrinas das cores bandeira etc.
    vcs tem aimlguma coisa assim

    ResponderExcluir